Arquivo da tag: suco

Suco de chia

Incluir o suco de chia detox na dieta pode ser uma solução para eliminar os quilinhos extras de um jeito mais rápido. O preparo une a semente com limão e, juntos, os ingredientes se tornam poderosos aliados do emagrecimento saudável. A bebida promove limpeza das células, evita o acúmulo de gordura e dá sensação de saciedade para evitar a fome. Mais do que isso, é aliada da saúde e pode controlar o colesterol alto, a pressão e ainda prevenir o câncer.

Receita de suco para emagrecer

Ingredientes

  • 2 colheres de sopa de semente de chia
  • 250 ml de água
  • 1 colher de sopa de suco de limão ou lima
  • Adoçante à gosto

Modo de preparo

Coloque a sementes de molho na água e deixe descansar até que o líquido fique ligeiramente gelatinoso. Depois disso, adicione o suco de limão ou lima, o adoçante e mexa. Está pronto para beber. Dica: Sirva gelado.

Benefícios do suco de chia

A semente de chia emagrece por sua alta capacidade de promover saciedade. Ela retarda o esvaziamento gástrico e ajuda pessoas obesas ou que tenham dificuldade de perder peso mesmo a conseguir atingir o objetivo. Isso tudo graças ao poderoso ômega 3, nutriente responsável por fazer o cérebro entender que o corpo está satisfeito e bem alimentado, o que evita a fome.

O ômega 3 junto com as fibras da chia também diminui as placas de gorduras nas artérias, melhorando a saúde cardiovascular e diminuindo os níveis de colesterol ruim, além de aumentar a fluidez sanguínea, evitando assim o aumento da pressão arterial. Fonte de vitamina B, é um antioxidante, anti-inflamatório e antiviral, que evita câncer de pulmão e de estômago e promove a melhora das funções cognitivas.

 

Conteúdo tirado do Site Vix

Suco termogênico de melancia com gengibre

Ingredientes

  • 1 copo médio de melancia
  • 1 colher de sopa cheia de gengibre picado
  • 250 ml de água

Modo de Preparo:

Descasque e corte o gengibre em pedaços bem pequenos. Corte a melancia em pedaços grandes. Coloque a melancia, a água e o gengibre no liquidificador. Coe o suco numa peneira, leve a geladeira e depois sirva.

Informações:

Calorias totais: 50 calorias por porção

Rendimento: uma porção

Suco de beterraba ajuda a proteger o cérebro

Consumir suco de beterraba diariamente pode aumentar o fluxo de sangue no cérebro em pessoas na terceira idade, e assim proteger os indivíduos de desenvolver casos sérios de demência, diz um estudo feito pela Wake Forest University, nos Estados Unidos. Os autores da pesquisa dizem que esse pode ser um ótimo método para combater esta doença que atinge aproximadamente 35 milhões de pessoas no mundo.

No estudo, publicado no jornal especializado Oxide: Biology and Chemistry, os cientistas acrescentaram durante quatro dias, suco de beterraba, que é rico em nitratos, na dieta de 140 pessoas com mais de 70 anos e que sofriam com demência. Durante a pesquisa, os participantes recebiam refeições ricas em nitratos, que incluía um copo de aproximadamente meio litro de suco do vegetal. Depois de cada uma das refeições, os idosos passavam por exames de sangue e uma série de outros testes para medir o funcionamento do sistema circulatório.

Os autores da pesquisa descobriram que depois de ingerir uma dieta rica em nitratos, as pessoas na terceira idade tinham uma maior circulação de sangue no cérebro, o que facilita o transporte de oxigênio para os lóbulos frontais. Essa área está associada com a degeneração que leva a demência e a outros problemas cognitivos, e sua melhor oxigenação pode prevenir essas complicações e diminuir o ritmo de sua evolução.

Consumir altas concentrações de nitratos, contidos na beterraba, assim como no aipo, repolho, espinafre e alface, ajuda a dilatar os vasos sanguíneos e a aumentar o fluxo de sangue nos lugares que precisam de oxigênio. A beterraba se destaca porque além dilatar as artérias também combate a pressão alta e diminui o risco de derrames, complicações mais comuns na terceira idade.

Proteja seu cérebro

Além dos nitratos contidos na beterraba, existe uma série de nutrientes que ajudam a proteger o cérebro. Segundo um estudo feito pelo Instituto Salk, na Califórnia (EUA), a fisetina que se encontra no morango, pêssego, uva, kiwi, tomate, maçã e também na cebola e espinafre é uma substância fundamental para manter a memória jovem, porque estimula a formação de novas conexões entre os neurônios. Alguns nutrientes, como a fisetina e os nitratos, são importantes para a manutenção da saúde do cérebro, como:

-Zinco, Selênio, Ferro e Fósforo: sais minerais que participam de inúmeras trocas elétricas e mantêm o cérebro acordado e ativo (elétrico). Presente em todas as sementes e grãos, em raízes e nas folhas verde escuro, iogurtes.

-Vitamina E: poderosa ação antioxidante. Presente em todas as sementes e grãos, como também em óleos vegetais prensados a frio.

-Vitamina C: famosa ação antioxidante. Presente nas sementes frescas e cruas que foram pré-geminadas, assim como na maioria das frutas.

-Vitaminas do complexo B: regulam a transmissão de informações (as sinapses) entre os neurônios, presente nas sementes e nas fibras dos alimentos integrais e proteínas.

– Bioflavonoides: são polifenois com forte ação antioxidante. Além das sementes, são encontrados também no limão, frutas cítricas, uva e nas folhas verde escuro.

-Colina: participa da construção da membrana de novas células cerebrais e na reparação daquelas já lesadas. Presente na gema do ovo e em todas as sementes e grãos (predominância na soja), como também em óleos vegetais prensados a frio.

-Ômega-3: funciona como um anti-inflamatório poderoso, evitando a morte dos neurônios. Existem somente três fontes: os peixes de águas frias e profundas e as sementes de linhaça e prímula.

-Carboidratos: a glicose é a energia exclusiva do cérebro. Por isso, ficar muito tempo sem comer carboidratos diminui a atividade mental. Carboidratos complexos (pão, batata, grãos) são absorvidos mais lentamente, fornecendo energia de forma regular. Já o açúcar dos doces é absorvido tão rapidamente que é armazenado como gordura, sem fornecer energia de modo constante.

 

Conteúdo tirado do site Minha Vida 

Suco de laranja ajuda na dieta e reduz a gordura no fígado

Que o suco de laranja faz bem para a saúde, você já deve imaginar, mas mais do que isso, ele pode ser um aliado da sua dieta. Isso mesmo, muitos profissionais desencorajam a inclusão desse item em cardápios para perda de peso por ser uma fruta calórica, com cerca de 140 calorias em 240 ml de suco, entretanto, um estudo da Universidade Estadual Paulista – UNESP afirma o contrário.

De acordo com a pesquisa brasileira, que foi tese de mestrado da nutricionista e doutoranda Carolina Ribeiro, publicada na revista científica Nutrition, o suco de laranja não é um fator que pode prejudicar a dieta. Os testes foram feitos com 78 homens e mulheres adultos, entre 18 e 65 anos e com índice de massa corporal (IMC) entre 30 e 40 kg/m².
Os participantes foram separados em dois grupos, sendo que um foi chamado de “Dieta”, seguindo um cardápio de 2.000 kcal/dia, focando na perda de peso, e o outro chamado “Suco de Laranja”, com um cardápio contendo a mesma quantidade de calorias, porém, com o adicional de duas porções diárias (500 ml) do suco natural de laranja.

A bebida foi incluída durante os lanches da manhã e da tarde. O primeiro grupo, que não tinha suco na dieta, recebeu a orientação de ingerir algo que não fosse cítrico, com valor calórico semelhante ao do suco, como uma banana, uma porção de iogurte, biscoitos salgados, etc.

Isso foi mantido por 12 semanas, enquanto os pesquisadores observaram me paralelo a ingestão de nutrientes pelos voluntários, como proteínas, carboidratos e vitamina C, além da composição corporal deles e marcadores como glicemia, insulina, colesterol, triglicérides e enzimas hepáticas.

Ao final da análise, eles notaram que o suco de laranja não impediu a perda de peso dos participantes e o emagrecimento registrado entre os grupos foi o mesmo: menos seis quilos em três meses, eliminando 8% de gordura e 3% de massa muscular. Foi observada ainda a redução de medidas na cintura e no quadril dos participantes.

Além da perda de peso, o grupo que ingeriu o suco da laranja teve redução dos níveis de glicose, insulina, triglicérides, colesterol total e LDL. Também houve a redução da gordura no fígado, com a diminuição do número de enzimas hepáticas, reduzindo a inflamação no órgão.
Fruta ou suco?

Apesar de muito se falar sobre sempre dar preferência pelo consumo da fruta, a pesquisadora afirma que ao ingerir o suco, é possível ingerir mais vitaminas, mineiras e flavonoides. Isso acontece simplesmente porque para fazer um suco são necessárias várias laranjas. Por outro lado, a fruta em si contém muitas fibras, outro fator importante para a saúde. Dessa forma, as duas versões são recomendadas e não precisam ser excluídas da dieta. O importante é evitar os industrializados e, se possível, preparar o seu próprio suco em casa ou buscar versões integrais.

 

Conteúdo tirado do site Minha Vida

Água de coco com frutas e hortelã

○ Ingredientes:

• 2 unidades médias de Kiwi
• 2 fatias médias de Melão
• 400 ml de Água de coco verde
• Hortelã a gosto

○ Modo de preparo:

Corte o kiwi e o melão em pedaços.
Coloque todos os ingredientes no liquidificador e bata até desmanchar as frutas.
Decore com hortelã e se desejar, sirva com pedras de gelo enformadas com água de coco.

Informações sobre a receita

Rendimento da receita: 4 copos
Pontos por copo: 1 pontoDS
Nível de dificuldade da receita: Fácil

Carnaval: whisky ou água de coco?

É Carnaval! Nada como se divertir pra valer, comer e beber muito! E daí vem o dia de se pesar e bate aquele desânimo…. Pra ajudar você a fazer as melhores escolhas e manter o equilíbrio entre folia e alimentação, preparamos algumas dicas do que beber durante a festa.

Modere nas bebidas alcoólicas: escolha um tipo de bebida e tome uma ou duas doses. Quando se trata de controlar calorias e o peso, o álcool pode realmente ser um grande inimigo. As bebidas alcoólicas podem ser muito ricas em calorias e facilmente levar ao ganho de peso.

Saiba diferenciar as bebidas : saber as diferenças entre bebidas alcoólicas também é importante para não errar na hora da escolha. Chope, cerveja e saquê, por exemplo, são obtidos a partir da fermentação de açúcares. Da destilação dos fermentados, surgem bebidas com maior porcentagem de álcool, como aguardente, whisky, gim, vodka e outras. Estas últimas, por terem mais álcool possuem mais calorias que as primeiras.

Fique de olho no rótulo: Para evitar a ressaca e os quilinhos extras, fique de olho no teor alcoólico presente no rótulo de cada bebida: quanto maior o teor alcoólico maior a quantidade de calorias, afinal, cada grama de álcool possui 7 calorias. Além disso, consulte no diário do DS a pontuação das bebidas e faça a melhor escolha para sua dieta.

Calorias vazias: Obviamente, se a perda de peso é seu objetivo, então consumir bebidas alcoólicas pode dificultar atingir os seus resultados. Por quê? Ao contrário da proteínas, gorduras e carboidratos, o álcool é composto exclusivamente de calorias vazias, sem valor nutricional. Como resultado, é o primeiro combustível a ser utilizado, colocando o processo de queima de gordura em segundo plano.

Exageros e desidratação: as bebidas alcoólicas, principalmente a cerveja, são potencialmente diuréticas, por isso, promovem uma eliminação de líquidos muito maior do que a ingestão em si e podem provocar desidratação. O ideal é intercalar o consumo de bebidas alcoólicas com bebidas não alcoólicas (água, suco de frutas, água de coco) e evitar os exageros.

Beba água sempre! E vale lembrar que, como o carnaval acontece junto à estação mais quente do ano, para prevenir a desidratação causada pelo excesso de transpiração e consumo de bebidas alcoólicas, é necessário a ingestão de no mínimo dois litros de líquidos por dia. Consuma muita água, sucos naturais de frutas ou até mesmo água de coco. Os sucos de frutas são uma ótima opção, pois, além de hidratar, fornecem carboidrato que repõe a energia gasta, além de vitaminas e minerais para o corpo.

E aí, já escolheu o que vai beber neste Carnaval? 😉

Bruna Pinheiro
Nutricionista do Dieta e Saúde
CRN3 35001