Arquivo da tag: natal

Natal com mais sabor e menos pontos!

Veja como tornar sua ceia mais nutritiva sem abrir mão das delícias

Você pode tornar o cardápio do Natal no seu aliado na perda de peso. Parece impossível? Não se as escolhas foram feitas de maneira sensata. E não pense que pratos mais saudáveis são, necessariamente, sem graça. Dá uma olhadinha e veja como tudo pode ficar uma delícia!

  1. Acerte nas carnes

As que têm mais ?cara? de Natal são o peru e o tender. O pernil também pode fazer parte da festa, mas nada de exageros. Caso haja mais que uma opção de carne, opte apenas por uma. E lembre-se: independentemente da sua escolha, deixe sempre a pele de lado. Ainda que seja a parte mais saborosa,  também é a mais rica em gordura.

  1. Oleaginosas, sim!

Além de características dessa época do ano, também são ótimas fontes de gorduras boas, vitaminas e minerais, que irão proteger o seu coração. Em contrapartida, são alimentos calóricos. Por isso, evite servi-las como aperitivos. Uma dica é utilizá-las com o arroz ou a salada, deixando as preparações diferentes e mais saborosas.

  1. E a farofa?

Para ser um acompanhamento saudável para a sua ceia, evite preparações com bacon, calabresa, ovos fritos e embutidos como o presunto. Use a criatividade e invista em damasco, ameixa, uva-passa e até castanhas. Outra ideia é acrescentar vegetais como cenoura ralada, abobrinha e couve, que deixam sua receita leve e colorida.

  1. Saladas e mais saladas!

São as melhores opções de entrada para qualquer refeição, em qualquer época do ano! Ricas em vitaminas, minerais e fibras, dão sensação de saciedade, evitando exageros durante a noite. Monte sua mesa com no mínimo três opções diferentes e evite servi-las com molhos à base de maionese ou creme de leite, dando preferência para os feitos com iogurte desnatado.

  1. Sobremesas magrinhas

Frutas frescas como melão, melancia, uva, kiwi, morango, cereja e ameixa fornecem poucas calorias e diversos nutrientes. Mas maneire nas versões secas e cristalizadas, que contêm o dobro de calorias. Pensando nos doces, o ideal é preparar uma única opção de sobremesa, evitando, assim, os exageros.

  1. Os brindes da noite

Aproveite o calor da época para preparar sucos refrescantes e diferentes. Uma ideia é fazer coquetéis de frutas sem álcool e até um ponche de frutas. Na hora do brinde, que tal trocar o champanhe por vinho tinto gelado, cheio de antioxidantes? E lembre-se: moderação é sinônimo de sucesso, por isso, limite-se a apenas uma taça.

 

Bruna Pinheiro

Nutricionista Dieta e Saúde

CRN3: 35001

O que não fazer nesse Natal

115712457

Faltam poucos dias para o Natal e já perdi a conta de quantos posts, matérias e vídeos com dias e truques de “como não engordar no Natal”e “como manter a dieta nas festas de final de ano” já vi por aí. E é exatamente por ter muita gente falando sobre o que fazer neste Natal que resolvi mudar e trazer dicas de comportamentos do que você não precisa fazer neste Natal.
Afinal, acredito que é bem melhor buscar o equilíbrio e se divertir nos dias de festa do que ficar preso no “pode” e “não pode”. Aproveitar os dias de confraternização com leveza e consciência é a melhor forma de manter tudo sobre controle.
Recusar convites.
Não é preciso se privar do convívio com os amigos e familiares nessa época do ano por causa da reeducação alimentar (RA). Momentos de lazer e distração são também importantes para amenizar o estresse do dia a dia e reduzir a ansiedade e o receio de jacar, dessa época do ano.
Se despedir da comida
Se você planejou usar o Natal e o Ano Novo como despedida alimentar antes de começar a dieta no próximo ano, ainda dá tempo de repensar e mudar de estratégia. Comer tudo o que vê pela frente nos próximos dias te fará se despedir exatamente do quê? Será que realmente faz sentido comer como se não houvesse, sendo que o amanhã vai chegar e você vai querer emagrecer?
Que tal experimenta algo diferente? Aproveite a época do ano com naturalidade, como o que achar gostoso, o que for típico, desfrute da companhia das pessoas e do clima de confraternização. O objetivo de uma festa é reunir familiares e amigos em torno de uma celebração, por isso, aproveite para pôr a conversa em dia e entrar no espírito festivo. Circule, converse, conheça pessoas, relaxe, dance, brinque, enfim se divirta!
Fazer dieta na festa.
Chegar à ocasião anunciando em alto e bom som que está de dieta e não vai comer nada, só te fará ganhar a fama de “chato”. Ninguém precisa saber que está de dieta, lembre-se que você pode usar o “Não obrigado, estou satisfeito(a)” sempre que sentir que está próximo de estourar os pontos, ou mesmo fugir de uma tentação.
Sem falar que no momento que os convidados ouvirem que você está de dieta, rapidamente você conquistará vários olhares que seguirão cada passo seu, a fim de conferir o que realmente vai comer. Imagine as caras quando você decidir provar um pouco da sobremesa ou uma coxa do peru com farofa .
Ficar com fome.
A estratégia de não comer nada durante todo o dia para depois aproveitar ao máximo as delícias da festa, pode ser um tiro no pé para sua RA. Ao chegar com fome na festa, dificilmente você controlará a quantidade dos alimentos que vai consumir e sem perceber já terá extrapolado os pontos antes da ceia à meia noite. Antes de sair de casa, faça uma pequena refeição, o suficiente para te manter saciado(a) sem necessariamente encher o seu estômago. Durante a comemoração, enquanto aguarda a ceia, procure comer petiscos saudáveis como frutas, uma porção de castanhas, palitinhos de legumes ou até algumas torradas com patê.
Fazer do Natal o período do lixo.
Se afogar nas delicias dessa época do ano e depois começar o ano com uma nova vida (e dieta) restritiva você já sabe que não faz sentido. Além disso, esse tipo de comportamento não ajuda em nada no equilíbrio dos hábitos alimentares. Imagine que toda vez que você tiver um dia do lixo, poderá compensar com dias de restrição, como isso te ensina a manter um hábito alimentar saudável, e especialmente conquistar o peso saudável? Fica nesse jogo de extrapola e restringe só contribui para que o emagrecimento fique muito mais difícil e o peso uma verdadeira gangorra. Outra coisa, é até uma sacanagem chamar as delícias de Natal de “dieta do lixo”!
Jogar o exercício físico para escanteio
Calma não precisa ir para a academia no dia malhar sem limites para se livrar dos excessos alimentares, porém aproveitar o tempo livre das férias e período de descanso do trabalho para se mexer. Vale qualquer coisa, andar de bicicleta, ir no mercado ou à feira à pé para comprar o que está faltando para a ceia, caminhar pelo bairro, andar com o cachorro, brincar com as crianças, dançar na festa e até organizar algumas gincanas em família para entreter a família até a meia noite! 😉
Aproveite as dicas e tenha o melhor Natal de todos os tempos! Sem neuras e com muita diversão e sabor! 😉
Feliz Natal!
Ana Carolina Icó
Nutricionista
CRN3: 34133

Planejando as ceias de Natal e Ano Novo

8 dicas que farão toda diferença em seu emagrecimento e também em seu orçamento!

1. Decida o cardápio: para iniciar o planejamento, é importante escolher quais preparações irão fazer parte da ceia. Prefira as receitas mais magrinhas, você vai ver que pesam menos na balança e também no bolso!

2. Lista de compras: uma vez decidido o cardápio, verifique todos os ingredientes e quantidades necessários para a elaboração das receitas. Veja na despensa os itens que já tem disponível e, a partir daí, faça a lista de compras.

3. Pesquise: com a lista em mãos, pesquise os preços dos produtos no maior número possível de estabelecimentos. A internet pode ser grande aliada nessa hora.

4. Compre com antecedência: alguns produtos têm prazo de validade maior e por isso, podem ser comprados com antecedência, garantindo custos menores. Bebidas, enlatados, conservas, frutas secas são exemplos. Carnes, aves e peixes costumam ter o preço elevado nessas épocas, portanto, caso tenha espaço em seu congelador, a hora é agora! Mas atenção: frutas e legumes estragam e devem ser comprados próximos a data.

5. Substitua: se não deu para garantir as compras com preços em conta, vale substituir itens mais caros por produtos de outras marcas ou similares mais baratos. Sua imaginação, além de livros de receitas, pode ajudar.

6. Evite excessos: planeje o quanto cada pessoa irá consumir com uma pequena margem de segurança, mas nada de exageros, evitando desperdícios.

7. Produtos da época: garanta dinheiro extra no bolso e grande aporte de nutrientes no prato com as frutas da estação. Abacaxi, goiaba, kiwi, maçã, manga, melão e melancia são frutas da safra e, por não serem tradicionais, estão com preços reduzidos em reação a ameixa, cereja, lichia, pêssego e uva, por exemplo.

8. Envolva os convidados nos preparativos: é verdade que a ideia de ter uma mesa farta é deliciosa. Mas pense será que há necessidade de tanta variedade? Combine com seus amigos e familiares uma divisão de pratos, evitando excessos e desperdícios.

 

Gabriela Mendes Taveiros
Nutricionista Dieta e Saúde
CRN3 32089

Natal com mais sabor e menos pontos!

Veja como tornar sua ceia mais nutritiva sem abrir mão das delícias!

Você pode tornar o cardápio do Natal o seu aliado na perda de peso. Parece impossível? Não se as escolhas foram feitas de maneira sensata. E não pense que pratos mais saudáveis são, necessariamente, sem graça. Dá uma olhadinha e veja como tudo pode ficar uma delícia!

1. Acerte nas carnes

As que têm mais ?cara? de Natal são o peru e o tender. O pernil também pode fazer parte da festa, mas nada de exageros. Caso haja mais que uma opção de carne, opte apenas por uma. E lembre-se: independentemente da sua escolha, deixe sempre a pele de lado. Ainda que seja a parte mais saborosa, também é a mais rica em gordura.

2. Oleaginosas, sim!

Além de características dessa época do ano, também são ótimas fontes de gorduras boas, vitaminas e minerais, que irão proteger o seu coração. Em contrapartida, são alimentos calóricos. Por isso, evite servi-las como aperitivos. Uma dica é utilizá-las com o arroz ou a salada, deixando as preparações diferentes e mais saborosas.

3. E a farofa?

Para ser um acompanhamento saudável para a sua ceia, evite preparações com bacon, calabresa, ovos fritos e embutidos como o presunto. Use a criatividade e invista em damasco, ameixa, uva-passa e até castanhas. Outra ideia é acrescentar vegetais como cenoura ralada, abobrinha e couve, que deixam sua receita leve e colorida.

4. Saladas e mais saladas!

São as melhores opções de entrada para qualquer refeição, em qualquer época do ano! Ricas em vitaminas, minerais e fibras, dão sensação de saciedade, evitando exageros durante a noite. Monte sua mesa com no mínimo três opções diferentes e evite servi-las com molhos à base de maionese ou creme de leite, dando preferência para os feitos com iogurte desnatado.

5. Sobremesas magrinhas

Frutas frescas como melão, melancia, uva, kiwi, morango, cereja e ameixa fornecem poucas calorias e diversos nutrientes. Mas manere nas versões secas e cristalizadas, que contêm o dobro de calorias. Pensando nos doces, o ideal é preparar uma única opção de sobremesa, evitando, assim, os exageros.

6. Os brindes da noite

Aproveite o calor da época para preparar sucos refrescantes e diferentes. Uma ideia é fazer coquetéis de frutas sem álcool e até um ponche de frutas. Na hora do brinde, que tal trocar o champanhe por vinho tinto gelado, cheio de antioxidantes? E lembre-se: moderação é sinônimo de sucesso, por isso, limite-se a apenas uma taça.

 

Bruna Pinheiro
Nutricionista Dieta e Saúde
CRN3: 35001