Arquivo da tag: gula

Como diminuir a vontade de comer doce

Dicas para controlar os impulsos e alcançar o emagrecimento

Muita gente faz tudo certinho na dieta, mas acaba “pecando” nos doces. Como sabemos, os doces são, sim, permitidos no processo de reeducação alimentar, desde que o equilíbrio seja mantido. Um docinho não vai te engordar, se ele for uma exceção. Agora, se ele for uma regra e você consumir em excesso todos os dias, suas chances de engordar são maiores.
Se você tem dificuldade para controlar aquele desejo por açúcar, confira as dicas a seguir.

Como saciar a vontade de comer doce

Se você já está acostumada a comer doces todos os dias, não pense que excluir todos os doces da sua vida de uma vez é uma boa ideia. Restrições desse tipo não contribuem para que você crie uma boa relação com os alimentos – ao invés de ter “medo” da comida. Portanto, comece a diminuir as quantidades aos poucos. Faça uma autoanálise e veja em quais períodos você costuma ter aquele ataque frenético de ansiedade para comer um doce e se pergunte por que isso tem acontecido. Utilizar o diário de pontos para manter um maior controle sobre os alimentos que você ingere durante o dia é uma ótima opção. E, claro, procure fazer substituições mais inteligentes! Troque o chocolate por alguma fruta que você gosta muito e, talvez, um iogurte ou barrinha de cereal.

• Quer emagrecer sem deixar de comer o que gosta? Clique aqui e faça sua avalição de peso. É de graça!

Vontade de comer doce no almoço

Essa “vontade” não se trata de uma tentação, mas sim de uma necessidade fisiológica! O açúcar é o alimento dos neurônios e nosso corpo precisa dessa substância para sobreviver.
E não é brincadeira: bastam 5 minutos sem glicose para uma pessoa morrer.
A glicose dá aquela sensação de prazer e felicidade, além de funcionar como uma defesa contra o estresse. Isso ocorre porque ela mexe com neurotransmissores ligados a esses sentimentos, como a dopamina e a serotonina.
Depois do almoço – às vezes até depois da janta – bate aquela vontade de comer doce porque a digestão de alimentos mais “pesados” demora mais e, sendo assim, o corpo continua com fome.

Vontade de comer doces na TPM

Já se perguntou por que a vontade de se afogar num mar de chocolate é muito maior quando estamos de TPM? Isso acontece porque essa vontade está relacionada a uma alteração dos neurotransmissores cerebrais, especialmente a serotonina, fazendo com que uma alteração no centro de controle do apetite aconteça. E, assim, surge aquela vontade maluca de se entupir de chocolate na TPM.

Permita-se, mas controle-se

Tenha em mente que o nosso objetivo aqui é reduzir a quantidade de doces, e não excluir os doces da sua vida. Como vimos, a glicose (seja de doces ou aquela presente nos carboidratos) é necessária para o bom funcionamento do nosso organismo. Mantenha o equilíbrio e veja como é possível emagrecer sem deixar de viver.

Saiba mais:

Meditação para emagrecer

Mantenha a dieta mesmo comendo fora

Aproveite o feriado sem engordar

Aprenda como controlar a gula

8 passos para deixar a gula longe da dieta

Comer e beber mais que o ideal pode provocar um grande prazer, no entanto, pode ocasionar resultados não tão agradáveis à saúde, como o sobrepeso e até a obesidade.

Aprenda dicas de como evitar os exageros à mesa:

Fome ou vontade de comer?
Nesse primeiro momento é importante conhecer e saber diferenciar quando se está com fome ou vontade de comer. Então lembre-se, a fome está relacionada à necessidade fisiológica do organismo e reflete a diminuição da energia disponível para o corpo. Com uma refeição adequada ela é substituída pela sensação de saciedade. A vontade de comer, ao contrário da fome, não é uma necessidade do corpo e está ligada muitas vezes as emoções.

Não leve a ansiedade para a mesa
Com a vida tão agitada é normal pensarmos em diversas coisas durante a refeição, no entanto, a ansiedade que pode ser gerada durante a refeição pode leva-lo a compulsão alimentar. Por isso, ao se sentar a mesa seu pensamento deve estar voltado totalmente para a alimentação, causando a conscientização daquilo que você está consumindo.

Não coloque as travessas de comida na mesa
Para as refeições feitas em casa, a dica é não colocar as travessas ou panela de comida sobre a mesa, não induzindo a vontade de comer e repetir o prato ou os alimentos que você mais gostou.

Coma uma salada de entrada
E que tal começar sua refeição por um belo prato de salada? Essa atitude irá proporcionar uma maior saciedade, não deixando você ficar com tanta fome para encarar o prato principal.

Coma sempre devagar
Mastigar mais os alimentos é um tática excelente para comer menos. Comendo devagar, nos sentimos saciados com uma menor quantidade de alimentos e consecutivamente com uma menor quantidade de calorias.

Escove os dentes
Esse simples hábito ajudará a manter os doces longe das refeições. Escovando os dentes, você acaba determinando ao seu corpo que a refeição terminou sem que haja o consumo daquele famoso docinho após o almoço ou jantar.

Ocupe sua mente
Na dúvida se é fome ou não, desvie o foco da comida de modo que a refeição seja realizada na hora certa. Nesse meio tempo que tal ler um livro ou revista, conversar com um amigo, ver um filme, arrumar o guarda roupas ou praticar uma atividade física?

Chazinho calmante
Se a necessidade de comer não passar, opte por chás calmantes como o de melissa ou de camomila. Lembre-se que a fome pode estar ligada à ansiedade e esses chás ajudarão a controlá-la.

Bruna Pinheiro
Nutricionista Dieta e Saúde
CRN3: 35001/P