Arquivo da tag: doces

Biscoito de coco

Ingredientes:

  • 2 claras
  • ¾ xícara (chá) de açúcar
  • 1/3 xícara (chá) de coco ralado seco
  • 50 g (cerca de 1 xícara de chá) de flocos de milho esmigalhados
  • Manteiga para untar
  • 1 tablete de chocolate (25g) de chocolate meio-amargo picado

Modo de Preparo:

Bata as claras em neve firme. Misture o açúcar, o coco ralado e os flocos de milho. Forre a bandeja do forno de microondas com papel manteiga levemente untado e vá distribuindo sobre ela colheradas de massa, dispondo-as em círculo. Asse em potência média durante 3 minutos, ou até perceber que os biscoitos estão secos e ligeiramente endurecidos no centro.

Desligue o forno e deixe em repouso durante 3 minutos. Retire os biscoitos do forno e deixe esfriar. Depois, aqueça o chocolate picado em temperatura médica durante dois minutos. Então mexa bem para que derreta por igual e pingue-o sobre cada biscoito. Se quiser, use o saco de confeiteiro para fazer uma decoração mais elaborada.

Receita tirada do livro Receitas e Dicas para Microondas

7 opções para substituir o açúcar

Bolos, tortas, doces, sorvetes e sobremesas são guloseimas que levam na receita o açúcar, componente apontado como vilão da alimentação saudável. Apesar de ser agradável ao paladar, o açúcar branco e refinado não carrega quantidades significativas de nutrientes e ainda recebe aditivos químicos no seu processo de industrialização. O resultado? Isso faz dele um alimento nocivo ao funcionamento do organismo. Tanto é que segundo pesquisadores da Universidade da Califórnia (EUA) o açúcar é tão perigoso quanto o álcool e o cigarro, e seu consumo também deveria ser controlado. Em artigo publicado pela revista Nature, os cientistas afirmam que ele é o responsável por problemas de saúde que vão além da obesidade e diabetes, também provoca a elevação do triglicérides, alterações no fígado e na hipertensão arterial.

Mas há uma saída para manter a saúde sem tirar o doce da alimentação: o jeito é substituir esse vilão por adoçantes (químicos ou naturais) mais saudáveis, que agregam valor nutricional à sua alimentação.

Mas vale lembrar que o abuso dos adoçantes também deve ser evitado, já que, em excesso, eles ativam os receptores de glicose no intestino. “Esse processo aumenta a glicemia – predispondo o diabetes – e o acúmulo de gordura no tecido adiposo”, explica a nutricionista Thais Souza, da rede de lojas Mundo Verde. Conheça alguns adoçantes saudáveis e escolha o que melhor se adapta a sua rotina alimentar. Eles ainda são a melhor opção, principalmente quando comparados com o ciclamato, que, de acordo com uma série de pesquisas, contém substâncias possivelmente cancerígenas.

Stévia

Os adoçantes feitos à base de stévia são extraídos da folha da Stevia rebaudiana, uma planta de origem sulamericana. Essa opção figura entre as mais saudáveis, já que é de origem natural e não causa qualquer alteração na glicemia. “Ela adoça cerca de 300 vezes mais que o açúcar sem adicionar calorias à dieta”, explica a nutricionista Bruna Pinheiro, do programa de emagrecimento Dieta e Saúde, que recomenda o uso em sucos, sorvetes, chás e pratos cozidos ou assados.

Açúcar mascavo

Para quem não tem diabetes, o açúcar branco pode ser substituído pelo açúcar mascavo. “Esse alimento é obtido das primeiras extrações da cana, por isso possui menos calorias e mais minerais – como cálcio, magnésio, potássio e fósforo – que o açúcar branco” explica Bruna.

Ele pode ser utilizado da mesma maneira que o açúcar branco, mas vale ressaltar que ele contém calorias e por isso deve ser usado com moderação.

A compra desse alimento também merece atenção, já que pode ser feita a granel, em que o produto fica exposto. Nesse caso o risco de contaminação é maior. Prefira comprar o produto embalado e confira os dados de lote e prazo de validade.

Açúcar demerara

Também chamado de cristal dourado, o açúcar demerara é levemente refinado, ficando entre o açúcar mascavo e o refinado. “A principal vantagem é que ele não recebe aditivos químicos”, explica Thaís. Seus grãos são maiores e um pouco mais difíceis de diluir. Uma sugestão é triturá-lo no liquidificador antes de consumir. Seu valor nutricional é semelhante ao do açúcar mascavo.

Sucralose

“A sucralose é elaborada a partir da modificação da molécula do açúcar. Apesar de não conter nutrientes, ela não tem os efeitos nocivos do açúcar, já que não altera a taxa glicêmica” explica a nutricionista da rede Mundo Verde. Os adoçantes de mesa feitos à base de sucralose possuem poder adoçante 600 vezes maior que o açúcar, têm sabor agradável e podem ser utilizados em preparações quentes e frias.

Mel

Constituído por frutose e glicose, ele é fonte de carboidratos, vitaminas do complexo B e minerais. Também é conhecido pelas suas ações antifúngica e bactericida. Mas possui elevado valor calórico, portanto não deve ser consumido em grande quantidade. “Quando é aquecido, o mel pode sofrer uma perda significativa dos nutrientes. Por isso, prefira consumi-lo sem cozinhar”, explica a nutricionista Thais

Açúcar orgânico

O açúcar orgânico é cultivado e processado sem o uso de qualquer aditivo químico. “Isso garante que o alimento seja mais nutritivo que a versão refinada, e livre de substâncias que fazem mal ao organismo”, explica Bruna. No entanto, seu consumo também deve ser moderado, já que também aumenta a taxa glicêmica no sangue.

Acessulfame-K

Este adoçante é derivado do potássio e tem poder adoçante entre 130 e 200 vezes maior do que o açúcar branco. Ele pode ser adicionado à comida e bebida. Também está presente nos chicletes que não levam adição de açúcar. Apesar de não adicionar nutrientes à alimentação, não há estudos comprovando seu efeito nocivo ao organismo.

Conteúdo tirado do Site Minha Vida

Excesso de açúcar aumenta risco de doenças cardíacas

Comer doce faz mal? Médicos explicam que o consumo de açúcar em excesso está associado a diversas doenças, como o risco é de hiperglicemia, diabetes e até derrame cerebral e infarto. Uma pesquisa realizada pelo Ministério da Saúde descobriu que os brasileiros estão comendo mais açúcar do que deveriam, principalmente os jovens. Cerca de 30% deles consomem doces, refrigerantes e sucos artificiais cinco dias por semana, o que é considerado um consumo excessivo.

A Associação Americana do Coração recomenda que nenhuma criança com menos de dois anos coma doces. Além disso, crianças maiores e adultos só devem consumir 25g de açúcar por dia. De acordo como a associação, a principal fonte de açúcar adicionado são as bebidas açucaradas, como refrigerantes, chás, sucos industrializados e bebidas energéticas.

Preparar a lancheira de uma criança deve ser algo pensado adequadamente. Por exemplo: uma caixinha de néctar de uva e cinco biscoitos recheados teriam um total de 34g de açúcar, ultrapassando a quantidade recomendada e contribuindo para a obesidade infantil, ocasionando outras doenças.

O açúcar não contém nenhum nutriente, por isso é rapidamente digerido pelo organismo e transformado em glicose. Quando consumido em excesso, irá gerar gordura, que naturalmente cairá na circulação e entupirá as artérias, podendo levar ao infarto e derrame cerebral. Os médicos alertam que é preciso seguir a dieta recomendada, para que o problemas futuros sejam prevenidos.

Conteúdo tirado do Site Minha Vida

Danone de inhame

Quer deixar de oferecer alimentos industrializados para as crianças, mas não sabe como? A nutricionista funcional Fernanda Granja compartilhou no Instagram uma receita de Danoninho de inhame que irá ajudar você e agradar a criançada.

“Muita gente oferece “Danoninho” pros seus bebês como rotina. Quero te dizer que isso não é legal! O Danoninho tem alguns nutrientes sim mas não vale por um bifinho e só é indicado após 5 anos de idade! Sabia? Pois é! Aqui vai uma versão nutritiva para seu bebê! Esse poooooode!!”, revelou ela. Aprenda a fazer!

Ingredientes:

  • 2 inhames
  • -1 fruta madura (nesse usei manga mas você pode usar goiaba, morango, frutas vermelhas, maracujá doce)

Modo de preparo:

  • Descasque e cozinhe o inhame
  • -Bata a manga e o inhame no liquidificador e se necessário adicione água
  • -Coloque para gelar e tá prontinho!

 

Conteúdo tirado do Site Minha Vida

Doce saudável: bolinhas de pasta de amendoim

Ingredientes

  • 100,0 grama de Pasta integral de amendoim
  • 1,0 xícara (chá) de Aveia em flocos
  • 2,0 colher (sopa) de Mel
  • 0,5 xícara (chá) de Farelo de aveia
  • 65,0 grama de Gotas de chocolate meio amargo

Modo de preparo

  • Misture todos os ingredientes e leve à geladeira por 15-30 minutos para poder enrolar.
  • Faça bolinhas e guarde na geladeira até servir.

Rendimento da receita: 12 porções

Pontos por porção: 4 ponto(s)

Nível de dificuldade: Fácil

Tempo de preparo: 20 minutos

 

Curtiu a receita? Diz pra gente nos comentários!

 

Torta de maçã fit

Se não consegue resistir a um doce durante o dia, mas quer permanecer na dieta essa receita é perfeita para você e acompanhada com um café fica melhor ainda. A Chef Thais Massa, especialista em culinária saudável, ensinou no seu Instagram como fazer essa deliciosa torta de maçã. Veja como fazer:

Massa:

  • 1/2 xícara de farinha de aveia
    – 1/2 xícara de farinha de arroz integral
    – 2 colheres de sopa de farinha de linhaça
    – 2 colheres de sopa de açúcar/adoçante de sua preferência
    – 2 colheres de sopa de óleo de coco
    – 1 scoop de WHEY protein de baunilha – se fizer sem, coloque mais adoçante!
    – 1/4 xícara de água quente para dar o ponto (coloque aos poucos)

Preparação 1:

Misture todos os ingredientes secos e, por último, acrescente a água aos poucos. Mexa até obter uma massa homogênea. Forre forminhas de fundo removível ou de silicone com parte da massa e faça furinhos com um garfo. Leve ao forno para pré assar, uns 10 minutinhos (não deixe muito porque você vai ter que voltá-la ao forno).

Recheio:

  • 2 maças picadas
    – 1 colher de chá de canela
    – 2 ou 3 colheres de sopa de açúcar/adoçante de sua preferência
    – 1 xícara de água filtrada
    – 2 colheres de sopa de pasta de amendoim

Preparação 2:

Coloque todos os ingredientes em uma panela e leve ao fogo baixo. Misture, tampe e deixe mais um pouco, até secar um pouco. Coloque sobre a massa pré assada. Coloque pedaços da massa por cima, conforme a foto. Asse em forno baixo pro aquecido até dourar.

Conteúdo tirado do Site Minha Vida

Exercícios físicos diminuem a vontade de comer doce, diz estudo

A resposta para o vício no açúcar pode estar nos exercícios

A primeira coisa que você tem que ter em mente é que é possível, sim, emagrecer sem ter que deixar de comer aqueles doces que você ama! Com uma reeducação alimentar bem feita, você perde peso de maneira natural e sem privações exageradas! E se você ainda duvida que isso é possível, clique aqui para ver vários depoimentos de pessoas que emagreceram sem ter de deixar que comer o que gostam!

Agora, vamos a parte dos exercícios! Confira o texto publicado pelo site Minha Vida, que mostrou os resultados de uma pesquisa feita pela Universidade de Leeds, na Inglaterra.

Para o trabalho, feito com 180 participantes, foram avaliadas a capacidade respiratória das pessoas, sua composição corporal e seus índices metabólicos. Depois, foram criados três grupos, entre os que praticavam alguma atividade de alta intensidade, média intensidade e baixa intensidade.

O próximo passo foi registrar o apetite de cada participante, incluindo seus gostos pessoais e grau de saciedade. Na análise, foi possível observar que os participantes mais ativos esportivamente consideravam em até 15% das vezes comidas gordurosas como menos atraentes do que os menos ativos.
Apesar dessa análise, os autores do estudo destacam que ainda são necessários novos testes. “O que nós descobrimos é que existe uma clara relação entre a intensidade da atividade física, aumentando a frequência cardíaca, produzindo suor e o desejo de comer itens cheios de gordura”, disse o pesquisador Graham Finlayson, em entrevista para o jornal The Telegraph.
“Podemos especular que aqueles que já ganham sua recompensa e alegria diárias ao se exercitarem são menos propensos a sucumbir às tentações das junk foods”, finaliza ele.

Saiba mais:

Doces perfeitos para quem quer emagrecer

Como diminuir a vontade de comer doces

Doces perfeitos para quem quer emagrecer

Confira 7 opções deliciosas e saudáveis

Você está morrendo de vontade de comer um doce, mas queria achar uma opção mais saudável? Que tal 7 opções para você se deliciar e fazer quando tiver vontade? Sim, emagrecer comendo doces é possível!

| • Quer ter acesso à receitas exclusivas que, além de deliciosas, vão te ajudar a emagrecer? Assine o Dieta e Saúde!

1. Morango com iogurte

morangocomiogurte

Lave e limpe os morangos. Enfie palitinhos de madeira (aquele de petisco) nos morangos. Mergulhe no iogurte e coloque num refratário com papel manteiga. Leve ao congelador por 10 minutos e está pronto.

2. Mousse de abacate com cacau

moussedecacau

Leve no liquidificador o abacate e o mel, depois acrescente o cacau em pó. Colocar em taças e leve para a geladeira. Confira a receita mais detalhada clicando aqui

3. Sorvete de morango e banana

sorvetedemorangocombanana

Congele as bananas maduras descascadas embrulhadas em papel manteiga, deixando uma noite ou 4h, congelar bem. Bata no liquidificador no pulsar com os morangos.
Fica muito bom com manga, mamão e goiaba.

4. Pudim de chia

pudimdechia

Em um recipiente misture iogurte grego com 3 colheres de semente de chia com damascos picados e deixe descansar por 15 minutos, em seguida, sirva. Adicione uma pitada de mel, canela e frutas frescas, se desejar.

5. Mousse de kiwi

moussedekiwi

Hidrate a gelatina sem sabor em 3 colheres (sopa) de água e dissolva em banho-maria. Bata com 3 kiwis com iogurte desnatado por 5 minutos ou até ficar homogêneo. Coloque em taças e leve à geladeira por 3 horas.

6. Iogurte com geleia de frutas

iogurtecomgeleiadefrutas
Essa é fácil, só intercalar geleia de frutas vermelhas com iogurte grego light.

7. Creme de manga

moussedemanga

Esse também é fácil, só bater uma manga com iogurte desnatado ou grego!
E dá para trocar por todas as frutas, como o abacate.

Saiba mais:

Como diminuir a vontade de comer doces

Como aproveitar o feriado sem engordar

Emagrecer comendo doces é possível?

doce e dieta

Para muitos, a palavra “dieta” é sinônimo de privação. Alguns acreditam que é preciso cortar da sua alimentação qualquer alimento que seja prazeroso. “Se é bom, engorda” já virou, praticamente, um ditado popular. Será que precisamos mesmo deixar de viver para emagrecer? Seriam os doces os vilões da história?

Doces na dieta

Não, os doces não são os culpados. Na verdade, eles podem, sim, fazer parte de uma alimentação saudável, equilibrada e que visa o emagrecimento. É importante lembrar que o açúcar presentes nos doces está relacionado à produção de serotonina, que é um neurotransmissor responsável pela sensação de prazer e bem-estar.

Emagrecer sem deixar de comer o que gosta

O segredo é o equilíbrio. Comer um brigadeiro de vez em quanto não vai jogar seus esforços no lixo. Desde que a base de sua alimentação não seja composta por doces, tudo ficará bem. É completamente possível emagrecer e manter uma alimentação saudável sem abrir maão dos deliciosos docinhos.

O que é saudável?

Muitos dizem que “comer doces não é saudável”. Mas, afinal, o que é ser saudável? Precisamos ter consciência de que nossa saúde mental também precisa estar em dia. Se você consome todos os nutrientes necessários para manter um bom funcionamento do seu corpo e mantém uma rotina de exercícios físicos regulares, que mal um doce faria? Muito pelo contrário: ele te dá prazer, alivia seu estresse e, muitas vezes, alegra os dias ruins. Saber controlar a quantidade é o segredo.

Coma, sim, mas não exagere

Açúcar em excesso faz mal, assim como tudo em excesso faz mal, não é mesmo? Se você tem um certo vício pelo açúcar, tente optar por versões mais light. Se você é chocólatra, tente experimentar versões mais amargas, que possuem mais cacau e são mais benéficas à saúde.

Reeducação alimentar

Aqui, nenhum alimento é proibido. Você só precisa aprender a balancear a alimentação e controlar as quantidades. Ao invés de ter “medo” da comida e de fazer privações, crie um bom relacionamento com os alimentos. Veja-os como aliados! Afinal, eles são responsáveis por manter seu corpo funcionando e, claro, por satisfazer suas papilas gustativas. Coma para viver; não viva para comer. Quer ajuda para começar? Clique aqui e comece agora a sua dieta

Saiba mais:

Como diminuir a vontade de comer doces

Como manter a dieta mesmo comendo fora

Aprenda a fazer marmitas perfeitas para a dieta

Como diminuir a vontade de comer doce

Dicas para controlar os impulsos e alcançar o emagrecimento

Muita gente faz tudo certinho na dieta, mas acaba “pecando” nos doces. Como sabemos, os doces são, sim, permitidos no processo de reeducação alimentar, desde que o equilíbrio seja mantido. Um docinho não vai te engordar, se ele for uma exceção. Agora, se ele for uma regra e você consumir em excesso todos os dias, suas chances de engordar são maiores.
Se você tem dificuldade para controlar aquele desejo por açúcar, confira as dicas a seguir.

Como saciar a vontade de comer doce

Se você já está acostumada a comer doces todos os dias, não pense que excluir todos os doces da sua vida de uma vez é uma boa ideia. Restrições desse tipo não contribuem para que você crie uma boa relação com os alimentos – ao invés de ter “medo” da comida. Portanto, comece a diminuir as quantidades aos poucos. Faça uma autoanálise e veja em quais períodos você costuma ter aquele ataque frenético de ansiedade para comer um doce e se pergunte por que isso tem acontecido. Utilizar o diário de pontos para manter um maior controle sobre os alimentos que você ingere durante o dia é uma ótima opção. E, claro, procure fazer substituições mais inteligentes! Troque o chocolate por alguma fruta que você gosta muito e, talvez, um iogurte ou barrinha de cereal.

• Quer emagrecer sem deixar de comer o que gosta? Clique aqui e faça sua avalição de peso. É de graça!

Vontade de comer doce no almoço

Essa “vontade” não se trata de uma tentação, mas sim de uma necessidade fisiológica! O açúcar é o alimento dos neurônios e nosso corpo precisa dessa substância para sobreviver.
E não é brincadeira: bastam 5 minutos sem glicose para uma pessoa morrer.
A glicose dá aquela sensação de prazer e felicidade, além de funcionar como uma defesa contra o estresse. Isso ocorre porque ela mexe com neurotransmissores ligados a esses sentimentos, como a dopamina e a serotonina.
Depois do almoço – às vezes até depois da janta – bate aquela vontade de comer doce porque a digestão de alimentos mais “pesados” demora mais e, sendo assim, o corpo continua com fome.

Vontade de comer doces na TPM

Já se perguntou por que a vontade de se afogar num mar de chocolate é muito maior quando estamos de TPM? Isso acontece porque essa vontade está relacionada a uma alteração dos neurotransmissores cerebrais, especialmente a serotonina, fazendo com que uma alteração no centro de controle do apetite aconteça. E, assim, surge aquela vontade maluca de se entupir de chocolate na TPM.

Permita-se, mas controle-se

Tenha em mente que o nosso objetivo aqui é reduzir a quantidade de doces, e não excluir os doces da sua vida. Como vimos, a glicose (seja de doces ou aquela presente nos carboidratos) é necessária para o bom funcionamento do nosso organismo. Mantenha o equilíbrio e veja como é possível emagrecer sem deixar de viver.

Saiba mais:

Meditação para emagrecer

Mantenha a dieta mesmo comendo fora

Aproveite o feriado sem engordar