Arquivo da tag: chocolate

Doce saudável: bolinhas de pasta de amendoim

Ingredientes

  • 100,0 grama de Pasta integral de amendoim
  • 1,0 xícara (chá) de Aveia em flocos
  • 2,0 colher (sopa) de Mel
  • 0,5 xícara (chá) de Farelo de aveia
  • 65,0 grama de Gotas de chocolate meio amargo

Modo de preparo

  • Misture todos os ingredientes e leve à geladeira por 15-30 minutos para poder enrolar.
  • Faça bolinhas e guarde na geladeira até servir.

Rendimento da receita: 12 porções

Pontos por porção: 4 ponto(s)

Nível de dificuldade: Fácil

Tempo de preparo: 20 minutos

 

Curtiu a receita? Diz pra gente nos comentários!

 

Chocolate está em extinção, diz estudo

Cientistas provam que o cacau pode acabar

Se você ama chocolate, assim como nós, talvez tenhamos más notícias para você. Antes de ler esse texto do Vix, fique calma, pegue um copo d’água e sente-se. Pode ser que nossas vidas fiquem mais amargas.

| • Quer emagrecer sem deixar de comer chocolate? Assine aqui o Dieta e Saúde e veja como isso é possível

O fim do chocolate

Sim, é possível que, um dia, o chocolate deixe de existir. Isso porque o solo do continente africano, que é responsável por mais de 70% da produção mundial de cacau, está mudando com a ação do sol, e ficando cada vez mais esgotado.
Na Costa do Marfim os fazendeiros não estão acompanhando o ritmo da demanda, que cresce cada vez mais.

Mais chocolate para mais gente

O consumo de chocolate cresce numa média de 2% ao ano. A industrialização de países emergentes, como Índia e China, faz com que a proporção do ritmo de crescimento aumente.
Só a Costa do Marfim produz 1/3 das sementes de cacau de todo o mundo. E, para atender à demanda de produtores de chocolate, muitos fazendeiros têm derrubado outras espécies de planta para plantar mais cacaueiro.
Em curto prazo, isso tem funcionado, mas por um preço que pode ficar mais caro lá na frente: com essa forma de cultivo, o solo fica mais pobre e, além do mais, o cacau não floresce como se deve. A forma correta de cultivá-lo é em florestas, à sombra de árvores mais altas.
No meio disso tudo, há outro problema: as formas de produção atuais são mais propensas às pragas, que podem devastar plantações inteiras de cacau.
“As pessoas não estão suficientemente alertadas sobre a magnitude de tudo isso”, diz Mason, diretor-executivo Centro de Pesquisas sobre Conservação da Natureza (NCRC), do Canadá.

Chocolates: crise na indústria

Alguns executivos já têm ciencia desse risco. Chris Brett, vice-presidente da Olam International, uma das maiores compradoras de cacau do mundo, disse ao jornal The Globe and The Mail: “Estamos no meio de uma crise enquanto indústria”.
O Brasil é o 6º país que mais consome chocolate no mundo. De alguma maneira, essa variável do cultivo da cacaueira influenciou por aqui: de acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados, o volume total de produção de chocolate diminuiu de 784 mil toneladas, em 2014, para 740 mil toneladas, em 2015.

Cacau: comida dos deuses

Historicamente conhecida como a ‘comida dos deuses’, o cacau por muito tempo foi associado aos costumes de pessoas aristocráticas. Os maias da América Central e povos do sul mexicano criaram as primeiras formas de consumir cacau em líquido, utilizando especiarias. Naquela época, sementes de cacau chegavam a valer mais que ouro, e muitos humanos se sacrificavam para produzí-lo em massa.
Com o passar dos anos, o mundo inteiro passou a procurar por chocolate, e a fertilidade das cacaueiras no oeste africano acabou impulsionando mais e mais a produção de cacau.
“Cacau não é um produto que pode ser industrializado”, disse Frederick Schilling, que vendeu uma companhia de chocolates brasileira à Hershey’s. “Não é igual ao milho, que pode ser plantado massivamente num campo enorme e ser cortado a partir de uma combinação de fatores”.
A grande verdade é que não há cacau para suprir tanta demanda por chocolate. Antes de devorar inúmeras barras do seu doce preferido, pense nisso.

Saiba mais:

Benefícios de cada tipo de chocolate

5 motivos para incluir o chocolate na alimentação

Sobremesas sem açúcar

Sobras da Páscoa: como lidar?

Dicas para não surtar com o estoque de chocolate que sobrou da Páscoa

Mesmo com você avisando que estava de dieta, seus parentes insistiram e te presentearam com uma renca de chocolate, não é? A Páscoa passou, e a geladeira está cheia de ovos, bombons e outros doces que te tentam a todo momento. Qualquer ida à geladeira é uma tentação diferente. O ímpeto de experimentar todos aqueles sabores variados, com suas embalagens coloridas e amigáveis, é forte. Calma! Temos algumas boas alternativas para você lidar com toda essa pressão:

Mantenha a calma. Afinal, é só chocolate

Por que a pressa? Você não precisa comer tudo agora! Você pode deixar os doces na geladeira ou no seu armário e ir comendo um pouco a cada dia. Lembre-se: é possível comer de tudo, desde que você se mantenha dentro da sua recomendação diária de pontos. Só evite ficar “beliscando” durante o dia inteiro. Estabeleça um horário fixo para que você possa saborear uma pequena dose diária de chocolate.

Chocolate quente

Estamos no outono, e o clima já começa a enfrentar algumas frentes frias. Então, que tal guardar os ovos e utilizá-los nesses dias para fazer um delicioso chocolate quente? Ao invés de usar achocolatado em pó, é só derreter os ovos que te deram! Apenas lembre-se de comer com moderação e inteligência.

“Não consigo me controlar”. Que tal distribuir?

Se a gula fala mais alto que você, essa pode ser a melhor alternativa. Que tal juntar todo esse chocolate e dar para alguém mais necessitado? Você estará fazendo bem para você e ainda estará dando alegria para os outros!

Não surte

Não saia jogando tudo no lixo! Você pode, sim, comer chocolate. Só tem que ter a consciência da importância de uma alimentação equilibrada e saber balancear os alimentos. E, se você não quiser comer chocolate de jeito nenhum, você pode dar eles para seus amigos, familiares ou até mesmo sair distribuindo para pessoas em situação de rua. O mais importante é que você não veja o chocolate como vilão. Afinal, chocolate não engorda. O que engorda é o somatório de toda a sua alimentação de maneira geral – tanto na qualidade nutricional quanto nas quantidades de determinados alimentos.

Saiba mais:

Chocolate quente light

5 motivos para incluir o chocolate na dieta sem sentir culpa

Aprenda a fazer Nutella Fit