Arquivo da tag: carne

Carne moída de forno light

Aprenda a fazer uma saborosa carne moída de forno light. Receita da culinarista Malu Lobo do site Pé da Cozinha.

Ingredientes:

  • 500 g carne moída magra (alcatra ou patinho sem gordura)
  • 1 colher de sobremesa de alho amassado
  • Orégano a gosto
  • 1 cebola média picada
  • 1/2 pimentão amarelo picado em cubos
  • 1 colher de sopa de raspas de limão siciliano
  • 2 tomates sem semente picados
  • 2 xícaras de farinha de aveia ou integral ou de amaranto
  • 1 colher de sopa de azeite extra virgem e mais um pouco para untar
  • 1 pote de requeijão light
  • Queijo mussarela light ralado a gosto
  • Azeitonas fatiadas
  • Tomatinhos cereja.

Modo de preparo:

Refogue a cebola, o alho e o tomate até dourarem, desligue o fogo e coloque esse refogado em cima da carne moída crua,misture bem. Acrescente o orégano, raspas de limão,pimentão e vá adicionando a farinha aos poucos, até obter a consistência de massa, mas não muito seca. Unte o pirex. No pirex e coloque uma camada não muito grossa, cubra com uma camada de requeijão light, espalhe as azeitonas e cubra com o mussarela light. Leve ao forno pré-aquecido por 40-45 minutos ou até dourar!! Se ficar água no fundo deixe assar mais um pouco!

E agora, qual carne escolher?

Uma das maiores dificuldades na hora de montar o prato é saber qual carne escolher, já que a maioria delas apresenta uma pontuação elevada.

As carnes podem ser divididas em duas categorias, carnes vermelhas (bovina, suína, ovinos, caprinos e coelho) e carnes brancas (aves e peixes).

Mas, o que esses diferentes tipos de carnes têm em comum?

As carnes são fontes de proteína, nutriente essencial para a formação de tecidos em nosso organismo, também são encontrados minerais com funções importantes, por exemplo, ferro, cobre (presente em vísceras, como fígado e é essencial no sistema imune), fósforo, zinco, selênio, iodo (controla o funcionamento de hormônios tireoidianos e é encontrado em peixes de água salgada e em frutos do mar).

Quanto de carne devo consumir por dia?

De acordo com a Pirâmide Alimentar Brasileira, o consumo de carnes ou ovos deve ser de 1 a 2 porções por dia, e o ideal é que você varie suas escolhas consumindo durante a semana diferentes tipos de carnes, assim você garante uma alimentação diversificada, equilibrada e livre de monotonia.

Mas, quais são as carnes magras? E quais são as com maior quantidade de gordura?

• Carne bovina:

entre as carnes mais magras destacam-se o patinho, a maminha, o músculo, o lagarto, filé mignon, coxão duro e coxão mole. Já as carnes bovinas com maiores quantidades de gorduras, e portanto, devem ter o consumo moderado são: acém, alcatra, contrafilé de costela, cupim, picanha, fraldinha e costela. Além de optar pelos cortes magros é fundamental retirar toda a gordura aparente da carne.

• Carne suína:

os cortes considerados magros são lombo, filé mignon, coxão duro, coxão mole, patinho e lagarto. Já a costela e o pernil apresentam grandes quantidades de gorduras e por isso, devem ser evitados. O toucinho e a linguiça também devem ser evitados, pois além da grande quantidade de gorduras, também possuem elevado teor de sódio.

• Peixes:

os peixes que apresentam menos gorduras são: badejo, carpa, corvina, dourado, linguado, peixe espada, pescada, robalo e truta. E os peixes que apresentam maiores quantidades de gorduras são: anchova, arenque, atum, cavala, salmão, sardinha.
Dica: Mesmo os peixes que apresentam mais gorduras, são opções saudáveis, já que são gorduras boas, que proporcionam benefícios à saúde cardiovascular. Apesar de tantos benefícios, devem ser consumidos com moderação por quem quer emagrecer, já que a presença da gordura aumenta o valor calórico do alimento.

• Aves:

em geral são as carnes mais magras, desde que a pele seja dispensada.

Lembrando que para todos os tipos de carnes você deverá optar por preparações assadas, cozidas ou grelhadas, evitando as preparações fritas, empanadas, milanesa ou à parmegiana, pois aumentarão o valor calórico do prato.

Agora que você já conhece as melhores opções de cortes é importante que faça preparações variadas, incluindo sempre uma carne diferente para complementar seu cardápio, assim você conseguirá fornecer muitos nutrientes ao seu organismo!

Gabriela Mendes
Nutricionista Dieta e Saúde
CRN-3 32089