Arquivo da tag: água

Filtro de barro é o melhor para filtrar água, diz estudo

O livro “The Drinks Water Book”, de Colin Ingram conta com uma informação que vai deixar muitos brasileiros animados: o filtro de barro que costumamos usar na cozinha é o melhor sistema de filtragem de água que existe.

De acordo com o livro, os filtros tradicionais com câmara de filtragem de cerâmica apresentam muita eficiência na retenção do cloro, pesticidas, ferro, alumínio, chumbo (95% de retenção) e ainda retém 99% de Criptospordiose, um parasita causador de doença.

Além disso, os filtros de barro contam também com o recurso da filtragem por gravidade. Neles, a água passa pelo filtro e goteja em um reservatório inferior. Esse métodos possibilita que os microorganismos não passem pelo filtro devido a uma grande pressão exercida pelo fluxo de água.

O revestimento de barro também possibilita que a água fique sempre fresquinha. De acordo com a publicação a água fica até 5ºC mais fria em comparação com a temperatura ambiente. Por fim, os filtros de água também não utilizam eletricidade para funcionarem, possibilitando uma economia de dinheiro e energia.

Conteúdo tirado do Site Minha Vida

Mulher mostra efeitos de beber 3 litros de água por dia

O consumo regular de água durante o dia ajuda o corpo a funcionar melhor, previne problemas de saúde e pode, inclusive, te deixar mais bonito. Então se você está querendo emagrecer ou deixar sua pele e cabelo mais saudáveis o segredo pode ser aumentar o consumo de água. Para testar essa hipótese, uma mulher inglesa, chamada Sarah Smith, passou por essa experiência e relatou o que mudou em sua vida.

Depois de sentir fortes dores de cabeça e estomacais durante anos, ela decidiu procurar um neurologista para saber o motivo destes incômodos constantes. A primeira pergunta do médico foi: “Quanto você bebe de água por dia?”. E Sarah respondeu: “No máximo um litro”.

Então, o médico recomendou que a mulher passasse a ingerir 3 litros de água por dia. Caso os sintomas persistissem, eles marcariam uma nova consulta, e se Sarah tivesse melhoras, a solução seria apenas água. Com o objetivo de tentar realizar o pedido médico, Sarah se jogou na experiência e aproveitou para registrar tudo.

Antes de realizar um processo que duraria 4 semana, Sarah tirou uma fotografia dela na época, com 42 anos de idade, mostrando sem pudores todos os problemas na pele: olheiras, rugas, manchas vermelhas ao redor do rosto e a pele quase sem brilho.

“Minhas filhas, Alice, de oito anos e Betty, de quatro, disseram que, nesta foto, parece que eu tenho 100 anos. E eu tenho que concordar. Meus lábios parecem murchos”, disse ao Daily Mail.

Primeira semana

Peso: 53,4 kg

Cintura: 71 cm

Na primeira semana condicionou-se a encher um jarro de litro três vezes ao dia para ter controle de sua ingestão. Para ter melhores resultados, ela começou também a cuidar da pele e do corpo fazendo esfoliações e ioga.

Segunda semana

Peso: 53 kg

Cintura: 71 cm

Na semana seguinte as mudanças em seu rosto já começavam a aparecer. Ela notou que seus olhos estavam menos escuros, sua pele com uma cor mais uniforme e seu hálito mais agradável, com uma suavidade na boca. No entanto, Sarah teve alguns problemas nessa fase já que ia ao banheiro a todo instante e nem sempre tinha lugar apropriado para ir. Além disso, ela achava que com a quantidade de líquido ingerida por dia pudesse se sentir mais inchada, mas, na verdade, sentiu-se mais confortável que o habitual.

Terceira semana

Peso: 53 kg

Cintura: 69,8 cm

Na terceira semana as olheiras e manchas tinha praticamente desaparecido e sua pele estava mais brilhosa “Meu amigo, que é terapeuta de beleza, diz que isso é porque a água está ajudando a regenerar as células da pele de forma mais eficiente. Tenho notado que eu tenho parado de esfregar os olhos pela manhã quando acordo. Eles costumavam estar secos e cheios de sono. Mas agora não. Toda esta água os mantem úmidos”, comenta.

Quarta semana

Peso: 52,6 kg

Cintura: 68,5 cm

O resultado dessa mudança ficou ainda mais claro nesta semana. Ao maquiar-se, Sarah sentiu que sua pele estava com mais elasticidade e ficou até mais gostoso de passar um delineador nos olhos. “O resultado é totalmente diferente. Eu não consigo acreditar na diferença do meu rosto. Eu pareço outra mulher. Não tenho mais manchas escuras nem vermelhas. Minha pele está tão úmida que parece de criança. Sinto-me mais magra e em forma”.

As transformações em sua vida não estavam evidentes apenas em sua pele: “sinto-me mais apta, disposta, magra e saudável. Meu marido e amigos dizem que pareço dez anos mais jovem”.

Conteúdo tirado do Site Minha Vida 

5 opções para manter o corpo bem hidratado

13

Você sabia que mais da metade do nosso corpo é composto por água? Dito isso, imagine o quão importante é a hidratação para o nosso organismo! A água ajuda a regular a temperatura do corpo, hidrata a pele, ajuda a filtração dos rins, a eliminação de toxinas da alimentação e muito mais.

No entanto, você não precisa beber só água para se manter hidratado. Confira algumas opções diferentes para você se manter muito bem hidratado.

| • Quer saber se você está se hidratando da maneira correta ou se está se alimentando bem? Assine o Dieta e Saúde!

1. Água de coco:

pode ser utilizada principalmente para quem pratica atividades físicas, isso porque, além de hidratar, a água de coco irá fornecer carboidratos (nutriente responsável em fornecer energia ao nosso corpo), além de repor sais minerais que são perdidos com o suor. No entanto, a bebida possui valor calórico e não substitui a ingestão de água.

2. Chás de ervas:

podem ser grandes aliados de quem quer emagrecer, já que apresentam baixo valor calórico. Além disso, possuem efeitos diuréticos colaborando para amenizar o problema de quem sofre de retenção de líquidos.

3. Suco de fruta natural:

são ótimas fontes de vitaminas, minerais e fibras essenciais ao funcionamento adequado do organismo. Os sucos naturais irão ajudar a aumentar a ingestão de líquidos, mas também não devem substituir a ingestão de água. Dê preferência por sucos em que há adição de água, pois assim, você irá ingerir menos calorias. Por exemplo, para o preparo de um suco de laranja, é preciso cerca de 4 unidades de laranja, por isso, embora seja uma bebida bastante saudável é mais calórica. Já um suco de abacaxi em que há menor concentração da fruta e mais água, apresenta menor valor calórico. As melhores opções são limão, abacaxi, maracujá, melancia, melão, acerola, adoçados com adoçante.

4. Suco de frutas com verduras ou legumes:

a combinação de verduras e legumes com sucos de frutas torna a bebida muito mais rica em nutrientes, isso porque, cada alimento é responsável em fornecer algum nutriente em específico ao nosso organismo, por isso, a combinação irá aumentar o valor nutritivo, sem impactar no valor calórico da bebida, já que a maioria dos vegetais são compostos basicamente por água. Por exemplo, o suco de laranja é fonte de vitamina C e ao combiná-lo com a couve, iremos fornecer ao nosso corpo cálcio, fibras e potássio.

5. Vitamina de frutas:

para quem tem rejeição ao leite puro, uma excelente forma de introduzi-lo na alimentação é batê-lo com alguma fruta, dessa maneira é possível aumentar a ingestão de cálcio, mineral importante encontrado nos leites e derivados, e que é essencial para saúde e manutenção óssea. Todas as frutas podem ser utilizadas, desde que com moderação. As mais comuns são banana, morango, mamão, maçã, maracujá. Para não comprometer o emagrecimento e mesmo assim ter uma vitamina igualmente nutritiva, a dica é substituir o leite integral pela versão desnatada. Também vale trocar o açúcar pelo adoçante ou mesmo, aproveitar o próprio sabor doce das frutas e não adoçar a bebida.

Saiba mais:

Comer à noite pode ajudar a emagrecer

O que comer antes de dormir?

Carnaval: whisky ou água de coco?

É Carnaval! Nada como se divertir pra valer, comer e beber muito! E daí vem o dia de se pesar e bate aquele desânimo…. Pra ajudar você a fazer as melhores escolhas e manter o equilíbrio entre folia e alimentação, preparamos algumas dicas do que beber durante a festa.

Modere nas bebidas alcoólicas: escolha um tipo de bebida e tome uma ou duas doses. Quando se trata de controlar calorias e o peso, o álcool pode realmente ser um grande inimigo. As bebidas alcoólicas podem ser muito ricas em calorias e facilmente levar ao ganho de peso.

Saiba diferenciar as bebidas : saber as diferenças entre bebidas alcoólicas também é importante para não errar na hora da escolha. Chope, cerveja e saquê, por exemplo, são obtidos a partir da fermentação de açúcares. Da destilação dos fermentados, surgem bebidas com maior porcentagem de álcool, como aguardente, whisky, gim, vodka e outras. Estas últimas, por terem mais álcool possuem mais calorias que as primeiras.

Fique de olho no rótulo: Para evitar a ressaca e os quilinhos extras, fique de olho no teor alcoólico presente no rótulo de cada bebida: quanto maior o teor alcoólico maior a quantidade de calorias, afinal, cada grama de álcool possui 7 calorias. Além disso, consulte no diário do DS a pontuação das bebidas e faça a melhor escolha para sua dieta.

Calorias vazias: Obviamente, se a perda de peso é seu objetivo, então consumir bebidas alcoólicas pode dificultar atingir os seus resultados. Por quê? Ao contrário da proteínas, gorduras e carboidratos, o álcool é composto exclusivamente de calorias vazias, sem valor nutricional. Como resultado, é o primeiro combustível a ser utilizado, colocando o processo de queima de gordura em segundo plano.

Exageros e desidratação: as bebidas alcoólicas, principalmente a cerveja, são potencialmente diuréticas, por isso, promovem uma eliminação de líquidos muito maior do que a ingestão em si e podem provocar desidratação. O ideal é intercalar o consumo de bebidas alcoólicas com bebidas não alcoólicas (água, suco de frutas, água de coco) e evitar os exageros.

Beba água sempre! E vale lembrar que, como o carnaval acontece junto à estação mais quente do ano, para prevenir a desidratação causada pelo excesso de transpiração e consumo de bebidas alcoólicas, é necessário a ingestão de no mínimo dois litros de líquidos por dia. Consuma muita água, sucos naturais de frutas ou até mesmo água de coco. Os sucos de frutas são uma ótima opção, pois, além de hidratar, fornecem carboidrato que repõe a energia gasta, além de vitaminas e minerais para o corpo.

E aí, já escolheu o que vai beber neste Carnaval? 😉

Bruna Pinheiro
Nutricionista do Dieta e Saúde
CRN3 35001

Beba mais água!

Entenda a importância da água para o seu corpo

Aproximadamente, 70% do corpo humano é composto por água. Ela é o maior e mais simples componente do organismo, não fornece energia, mas é essencial para a vida humana. Quando falta ou existe pouca água no corpo, todo o funcionamento do organismo fica prejudicado, já que ela contribui para desde o controle da temperatura corporal à prevenção de doenças. Beber água todos os dias faz com que o organismo fique equilibrado, resistente e funcionando adequadamente. A água é importante, pois:

-Previne cãibras: a desidratação faz com que haja um desequíbrio dos fluidos que envolvem os músculos e isso faz com que ocorram espasmos musculares, ou seja, episódio de cãibra;

-Controla a pressão sanguínea: o sangue circula com facilidade pelo organismo já que seu volume é maior e menos espesso por causa da ingestão de água;

-Melhora o funcionamento do intestino: com a ingestão de água as paredes intestinais ficam lubrificadas e há movimentação do bolo fecal. Vale ressaltar ainda, que as fibras obtidas através da alimentação precisam de água para passar pelo intestino e melhorar o funcionamento dele;

-Protege contra pedra nos rins: quanto mais água ingerida maior o volume de sangue, facilitando o trabalho dos rins na hora de eliminar nutrientes que não são necessários para o nosso organismo;

-Transporta nutrientes: a água contribui para o transporte de minerais e das vitaminas chamadas de hidrossolúveis. As vitaminas hidrossolúveis são as do complexo B e a vitamina C .

Ao longo do dia, a água corporal é eliminada por meio do suor e da urina. Exatamente por esse motivo que para manter a saúde em dia é necessária a ingestão de água. Fique atento aos sinais de desidratação. O primeiro deles é o aumento da sede, depois a língua e a boca ficam secas e inchadas. Em caso de desidratação mais severa, ocorre fraqueza e tontura, além de lentidão e desmaios, o suor fica inativo e pode haver a diminuição da produção de urina, lembrando que se a urina estiver concentrada e profundamente amarela ou laranja pode ser um sinal de desidratação. A recomendação de água é de 6 a 8 copos de 200 ml por dia.

É importante ressaltar que, na prática de atividade física, a ingestão de água deve ser maior do que essa recomendação diária, pois há maior produção de suor que nada mais é do que eliminação de água corporal.

Alimentos ricos em água como abacaxi, abobrinha, alface, laranja, tomate, batata, mamão, melancia, melão, uva, chuchu são uma forma indireta de manter a hidratação. Sucos naturais e água de coco também são boas fontes, já que, além da água, eles contêm vitaminas e minerais importantes para a saúde.

Andréia Manetti Previero
Nutricionista do Dieta e Saúde
CRN 34975/P

Retenção de líquidos e agora?

Sabe quando você acorda com as pernas e braços inchados? Isso se chama RETENÇÃO DE LÍQUIDOS. E nada mais é do que um acúmulo de líquido que ocorre por causa de alguma desregulação do corpo. Mas cuidado! Apesar de ser uma coisa “simples”, é preciso ficar atento para não comprometer a sua saúde. Um longo período de retenção de líquidos pode levar a algumas doenças, assim como alguns problemas de saúde podem levar ao aparecimento dessa retenção!

Veja abaixo algumas dicas do que devemos fazer para ajudar nesse controle:

– Mais água, por favor: Para a distribuição e as trocas de líquidos acontecerem de forma correta pelo corpo, é necessário estar bem hidratado. Quando a hidratação não é suficiente, essa distribuição e troca de líquidos não ocorre como deveria, ocasionando o acúmulo de líquidos! Por isso, precisamos beber pelo menos 2 a 2,5 litros por dia. Lembrando que o consumo deve acontecer ao longo do dia, pouco a pouco, e não concentrado em um momento só!

foto2

– Cuidado com o sódio: Sal, macarrão instantâneo, temperos prontos, queijos amarelos, embutidos (presunto, mortadela, salame, linguiça, salsicha) e refrigerantes são riquíssimos em sódio. Esse nutriente, quando em excesso, leva ao acúmulo de líquidos. Então, reduza o consumo desse nutriente e fique sempre atento a quantidade de sódio informada nos rótulos dos alimentos. Assim, você terá uma boa melhora com a retenção de líquido!

– Aumente o consumo de frutas, legumes e verduras: Além de ser opções de alimentos mais saudáveis, alguns ajudam na hidratação, outros possuem alguns componentes que atuam na eliminação do sódio e também são diuréticos, o que ajuda na eliminação do líquido que foi retido.

foto3

– Chás: Mate, verde, branco, preto e gengibre, realmente são boas opções. Ajudam na hidratação, estimulam o funcionamento renal e podem ser considerados diuréticos. Mas lembre-se, os chás não devem substituir a água. Eles são apenas um complemento! Por isso, não esqueça de beber água durante o dia!

– Exercícios físicos: Você sabia que a atividade física é uma grande aliada para ajudar na retenção de líquido? Uma simples caminhada vai ajudar nesse controle. Sabe por quê? A atividade física faz com que aumente a circulação de sangue e o corpo trabalhe diferente, o que pode alterar completamente esse problema.

– Fique atento ao seu corpo durante o dia: É comum ao final do dia seu corpo reter líquidos e você perceber uma certa diferença de peso, mas nada em exagero! É normal acordar mais inchado depois de um dia de exageros, mas o inchaço deve reduzir com o passar do dia. No caso das mulhers, a TPM também pode ajudar a reter líquidos.

– Médico, a sua melhor opção: Se você percebeu que a retenção de líquidos está aumentando ou já colocou todos esses pontos em prática e nada resolveu, procure ajuda médica. Somente um médico pode fazer os exames necessários e explicar o que deve fazer!

foto4
Viu só? Com pequenos cuidados e uma atenção maior com o seu corpo é possível melhorar esse problema!

 

Bruno Machado
Nutricionista Dieta e Saúde
CRN-3 35680

Alimentação x Atividade Física

Hoje vim falar de um assunto muito bacana: Atividade física!

E falar em atividade física é falar dos inúmeros benefícios que ela traz a nós, certo? Então vamos lá!

– Ajuda a diminuir e controlar o peso.
– Diminui o risco de doenças do coração e outras (pressão alta, osteoporose, diabetes e obesidade)
– Melhora os níveis de colesterol sanguíneo.
– Aumenta as taxas do bom colesterol.
– Aumenta a resistência muscular.
– Bem-estar mental.
– Alivia o estresse e a ansiedade.
– Ajuda a produzir serotonina – o hormônio do bem-estar.

Associar atividade física com uma alimentação saudável, sem dúvidas, garante um melhor desempenho físico e também melhores resultados na perda de peso. Pensando nisso, vim deixar algumas dicas sobre alimentação antes e depois do treino e também falar um pouquinho sobre a hidratação nestes períodos, ok?

Na alimentação, ANTES da atividade física é importante respeitar o tempo de digestão da refeição, uma vez que, iniciar o treino com o estômago muito cheio pode trazer sensações desagradáveis como por exemplo náuseas, vômitos e empachamento. Vale lembrar que realizar qualquer atividade física em jejum pode causar mal-estar, fraqueza, indisposição e até mesmo fadiga, que são sintomas característicos da hipoglicemia. Então, neste período prefira fazer o consumo de alimentos ricos em carboidratos de alto índice glicêmico, esses alimentos são facilmente quebrados no processo digestivo e assim fornecem a energia imediata que você precisa para realizar o seu exercício. Veja alguns exemplos: Pão branco, bolo simples, frutas, suco de frutas, frutas secas, geleia de frutas, mel e biscoitos.

DEPOIS da atividade física, o ideal é consumir alimentos ricos em proteínas, associada a uma fonte carboidrato simples. Essa combinação de nutrientes contribui para recuperação muscular e melhora do desempenho físico para o próximo treino, além de favorecer a formação muscular e evitar a quebra das proteínas.  Neste período, prefira realizar refeições mais completas, como o café da manhã, almoço ou jantar. Algumas sugestões para esse período é o consumo de pão branco com patê de atum e suco natural de frutas, carne magra com batatas ou macarrão, peito de frango com arroz, torradas com queijo branco e iogurte com frutas.

Agora vocês já estão prontos para montar os lanches, certo? Outro ponto fundamental que não podemos deixar de falar é sobre o consumo de água nestes períodos!
Para a garantia da hidratação antes da atividade física, minha sugestão é que vocês façam o consumo de cerca de 250 a 500ml de água, 2 horas antes do exercício. Durante a atividade, nos primeiros 15 minutos e depois a cada 30 minutos o consumo sugerido é de pelo menos 250ml de água e depois do seu treino o consumo deve continuar para compensar as perdas de água pelo suor e urina!

E aí gostaram do post?

 

Jacqueline Coelho
Nutricionista Dieta e Saúde
CRN-3 37486/P

Beber água emagrece?

água

Quando você começa uma dieta sempre se pergunta os alimentos que poderá comer. Mas A os líquidos que consome ao longo do dia também não fazem a diferença na balança? Sim…mesmo nas estações mais frias, a hidratação é essencial para manter nosso organismo funcionando.

Beber no mínimo 2 litros de água por dia vai fazer toda a diferença e, além da água, outras bebidas também são importantes. Conheça um pouco mais sobre elas:

– Água: essencial para todos os processos que acontecem em nosso organismo. Ela participa da digestão, elimina toxinas e é importante para regular a temperatura corporal, além de umedecer mucosas como olhos, nariz e boca.

– Chás de ervas: são grandes aliados de quem quer emagrecer, já que tem baixo valor calórico. Além disso, possuem efeitos diuréticos colaborando para amenizar a retenção de líquidos.

– Água de coco: muito utilizada por quem prática atividades físicas porque, além de hidratar, a água de coco fornece carboidratos (nutriente responsável pela energia do nosso corpo), além de repor sais minerais que são perdidos no suor. Mas fique de olho: ela tem valor calórico e não substitui a ingestão de água, ok?

– Suco de fruta natural: ótimas fontes de vitaminas, minerais e fibras. Dê preferência por sucos em que há adição de água, pois assim você irá ingerir menos calorias. Por exemplo, para o preparo de um suco de laranja, é preciso cerca de 4 unidades de laranja, por isso, embora seja uma bebida bastante saudável é mais calórica. Já um suco de abacaxi em que há menor concentração da fruta e mais água, apresenta menor valor calórico. As melhores opções são limão, abacaxi, maracujá, melancia, melão e acerola, mas tudo sem açúcar, hein pessoal?

– Suco de frutas com verduras ou legumes: essa combinação de verduras e legumes com frutas torna o suco muito mais rico em nutrientes, já que cada alimento é responsável em fornecer algum nutriente em específico ao nosso organismo.  Isso tudo não impacta no valor calórico do suco, já que a maioria dos vegetais são compostos basicamente por água. Por exemplo, o suco de laranja é fonte de vitamina C e se combinarmos com a couve, vamos fornecer ao nosso corpo cálcio, fibras e potássio.

– Vitamina de frutas: se você tem rejeição ao leite puro, pode optar por bater com alguma fruta e, dessa maneira, é possível aumentar a ingestão de cálcio. Todas as frutas podem ser utilizadas, desde que com moderação. As mais comuns são banana, morango, mamão, maçã e maracujá. Para não comprometer o emagrecimento e ainda assim ter uma vitamina nutritiva, substitua o leite integral pelo desnatado. Troque, também, o açúcar pelo adoçante ou aproveite o próprio sabor doce das frutas sem precisar adoçar a vitamina.

Gostaram das dicas? Já já tem mais…

Gabriela Mendes
Nutricionista Dieta e Saúde
CRN3 32089