Exagerei na comida. E agora?

Aprenda a lidar com os exageros na alimentação

Feriados, finais de semana, festas, datas comemorativas… Só de ouvir essas palavras, alguns já tremem de desespero. Tudo isso por causa da comida. Será que é produtivo sentir toda essa culpa ao comer? Devemos ter medo de subir na balança na segunda-feira? Abaixo, confira 3 dicas valiosas para aprender a ter uma melhor relação com os alimentos.

1. “Exagerar” é normal

Antes de entrar nos méritos dessa explicação, vamos nos ater ao seguinte: o “exagero” deve estar bem contextualizado. Não entendeu nada? Calma que já vamos explicar. A comida costuma ser um fator muito importante em nossas comemorações. Casamentos, festas de aniversário e, até mesmo, reuniões com amigos que não vemos há muito tempo são todas ocasiões especiais onde a comida tem um papel especial. Imagine como seria chato ter que se privar daquelas comidas tão gostosas em eventos tão únicos. Todos comendo salgadinhos na festa do seu melhor amigo e você comendo salada. Todos comendo bolo no casamento da sua melhor amiga e você comendo fruta. Será que é preciso apelar assim? A resposta é: não.
Você pode – e deve – participar ativamente desses eventos. E, sim, isso inclui comer. Se você se alimenta corretamente na sua rotina, pode ter certeza de que uma festinha não vai acabar com todos os seus esforços.

2. Um exagero só não vai te engordar

Sério, pode ficar tranquila. Se o exagero não faz parte da sua rotina, não tem por que ficar se martirizando. Muitos pensam que se comerem demais em UM dia da semana, estarão jogando no lixo o esforço de todos os outros SEIS dias. Uma simples continha matemática já mostraria que isso não faz o menor sentido, não é mesmo? Portanto, não deixe de ir naquela festa ou naquele restaurante com os amigos por medo de engordar.

3. Não tenha medo da comida

Ter medo da comida não contribui em absolutamente nada para o emagrecimento saudável. Isso só vai fazer com que você sinta culpa sempre que comer algo que “fuja” da sua dieta. E, como você já sabe, isso é exatamente o que nós, do Dieta e Saúde, não queremos que aconteça. Queremos que você aprenda a ter uma boa relação com os alimentos por meio de uma reeducação alimentar. Desse modo, você não vai ficar se odiando por ter comido um brigadeiro ou um salgadinho. Aprenda a dosar a quantidade e a frequência dos alimentos que você consome. Sem equilíbrio e autoconhecimento é impossível manter uma vida saudável.

| • Quer aprender a comer da maneira correta, emagrecer de maneira saudável e ter uma qualidade de vida muito melhor? Assine o Dieta e Saúde!

Saiba mais:

4 exercícios mentais que te ajudam a emagrecer

5 maneiras de tornar a caminhada MUITO mais eficiente

O que comer à noite para não engordar?

24 ideias sobre “Exagerei na comida. E agora?

    1. Ana Maria Costa Mendes

      Excelente. Já estou em um programa de reeducação alimentar. Estou gostando bastante é aprendendo que não precisa sofrer para emagrecer.

      Responder
    1. Samira

      Uma coisa que aprendi para não exagerar no jantar é tomar um chá de hortelã mesmo sem açúcar ou adoçante, e faço legumes e verduras que gosto muito e provo as vezes um pedaço da carne que estou fazendo na hora de preparar meu prato coloco bastante legumes e verduras e começo comendo os legumes por último a carne e arroz(uma colher) e feijão mais caldo que grãos. E quando bate a vontade por doce coloco ou uma laranja picada, ou meia banana. E elimino suco só antes de dormir, um chá.

      Responder
  1. Pingback: Marmita saudável: como fazer uma ? - Blog Dieta e Saúde

  2. Liah Radomski

    Excelente texto! Acho que ele remete a Reeducação Alimentar! É um processo de conscientização, se criarmos uma relação de privação com a comida, jamais conseguiremos manter uma alimentação saudável por um tempo prolongado…. São hábitos que temos que adotar pra nossa vida, diariamente. Quando a conscientização se tornar uma constante, teremos o bom senso de não se privar,mas de administrar a alimentação de forma coerente!

    Responder
  3. Adriana

    Gostei muito da matéria pq amo bolo de festas e os doces e sempre me privo ou fico com a consciência pesada!!

    Responder
  4. Aline Monique

    Nossa todo fim de semana eu fico com a consciência pesada, aço q esse peso na consciência me atrapalha mais do q a própria comida do fim de semana

    Responder
  5. Graziela

    Eu amo um docinho. E sempre caio na tentação. E tô aprendendo a não ficar naquela neurose, afinal, estou em busca de uma vida saudável, então sei que posso comer moderadamente, nada de exageros…

    Responder
  6. Marisa Santos

    Adorei as dicas para eu começar a emagrecer, vou colocar em prática e depois volto aqui para deixar meu depoimento. Desde já agraço, seu blog tem conteúdo insubistituíveis…já vou compartilhar com minhas amigas. Beijos.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *