Comer à noite pode ajudar a emagrecer

Um jantar equilibrado pode ser muito benéfico para seu metabolismo

Muitas pessoas acreditam que excluir o jantar da rotina é um bom método para emagrecer. Também há quem diga que tirar os carboidratos das refeições noturnas é uma estratégia melhor ainda. No entanto, será que essas crenças possuem algum embasamento científico? Confira o que a nutricionista Roberta Stella tem a dizer sobre o assunto!
Via: Site Minha Vida

|• Quer emagrecer sem deixar de comer o que gosta e sem deixar de comer à noite? Clique aqui e assine o Dieta e Saúde! Ele vai te ajudar nessa!

Importância

O jantar é a refeição que irá fechar a alimentação do dia com chave de ouro. Ele irá fornecer os nutrientes que faltam para que eles sejam fornecidos na quantidade adequada. Dessa maneira, como todas as refeições do dia, o jantar não deve ser omitido. Essa refeição irá preparar o corpo para o período de sono. Por isso, o jantar deve fornecer energia e um volume alimentar adequado, evitando sobrecarregar o organismo e permitindo um sono tranqüilo.

Alimentos

Muitos mitos cercam o que comer no jantar. Mas o mito campeão é a afirmação de que não se deve comer carboidratos à noite. É importante lembrar que frutas e legumes são bons alimentos para essa refeição e eles têm como maior quantidade de nutrientes os carboidratos. Nas refeições principais, incluindo o jantar, nenhum nutriente deve ser priorizado. Carboidratos, proteínas, gorduras, vitaminas e minerais devem ser fornecidos adequadamente. Além disso, não é o carboidrato no jantar que fará com que haja o ganho de peso. O aumento de peso é decorrência de um excesso de calorias obtidas durante o dia, e não por causa do carboidrato consumido no período noturno.

Opções de alimentos

O maior cuidado que se deve ter ao fazer o jantar é ajustar o volume da refeição com o horário de se deitar. Por isso, deve-se fazer essa refeição, pelo menos, uma hora e meia antes de ir para a cama. Optar por alimentos menor quantidade de gorduras é o ideal. Assim, frituras e molhos à base de maionese e queijos devem ser evitados. Grelhados, verduras, legumes cozidos devem estar presentes no jantar. Até o arroz com feijão pode ser consumidos, adequando a quantidade à aceitação de cada pessoa.

Exemplo de jantar

– 3 colheres (sopa) cheias de feijão preto cozido (38,8 kcal / 1 ponto)
– 3 colheres (sopa) cheias de arroz branco cozido (91,5 kcal / 2 pontos)
– 2 colheres (sopa) cheias de couve refogada (12,6 Kcal / 0 ponto)
– 1 filé pequeno de carne bovina contra-filé grelhado (220 kcal / 7 pontos)
– 1 copo requeijão de limonada sem açúcar (17,6 kcal / 0 pontos)
– 1 unidade pequena de laranja (93,7 kcal / 1 ponto)

Total: 474,2 kcal / 11 pontos

Saiba mais:

10 dicas para não desistir da dieta

Alimentos antioxidantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *